1 de set de 2011

Parto em casa

Foto tirada por mim
Essa é uma história muito importante em minha vida.
Vi acontecer com minhas amigas que queriam parto normal ao engravidar terminarem com uma cesária, os casos são semelhantes, o médico já no fim da gravidez ou no momento do trabalho de parto anuncia um problema "muito sério" e justifica a cesária.
Achei muito estranho isso acontecer com tantas pessoas ao meu redor.
Não queria uma cesária desnecessária, o nome do parto já explica tudo: parto normal, é o normal que quero, natural.

Acredito na sabedoria da natureza, do meu corpo, sei que o parto normal é melhor para o bebê, é saudável para nós dois.
O bebê nasce no momento certo, quando seu corpo já está pronto para nascer, quando ele está pronto para nascer.

Não há "intermediários", meu filho nasce e vem para o meu colo e fica comigo ou com o pai o tempo todo, mama no primeiro momento, não passa por procedimentos desnecessários, por mãos estranhas, por nenhum trauma, somos só nós, tudo natural e muito competente, seguro, tranquilo e muito, muito feliz

Para mim há os benefícios físicos como a continuidade da gestação, o corpo continua o processo e produz leite, a mente entende que o bebê nasceu e o corpo começa o trabalho de pós parto, inicia o retorno a colocar tudo no lugar novamente, libera os hormônios certos em quantidades exatas a necessidade, além de ser um grande ritual de passagem, crescimento, amadurecimento, é uma experiência extremamente feminina, só mulheres podem passar por isso e mulheres que optam por isso, ser mulher e não ter essa vivência também não acrescenta nada.
Quero viver meu todo.

Com receio de não encontrar médico de confiança durante a gravidez fui pesquisar antes de engravidar, me determinei a trocar de médico quantas vezes fossem necessárias.
Minha primeira ação foi procurar no busca na internet, digitei parto na água para ver o que vinha e cliquei.
Então logo de cara vi um site: Grupo de Apoio a Maternidade Ativa

Só o nome já me agradou, é isso, maternidade ativa!
Li o site todo e suas indicações como Doulas, e senti total confiança, entrei em contato e recebi uma resposta super atenciosa e completa inclusive com indicação de médica "humanizada", meu primeiro contato com o termo, estava cativada.

Entrei para uma lista de discussão sobre o assunto, a Materna_sp, esta foi minha faculdade, aprendi tudo sobre pré natal, gestação, parto humanizado, pós parto, cuidados com o bebê, amamentação.
Nesse grupo conheci a opção do parto domiciliar com médica ou parteira.
Um encanto não é?

Um mês depois engravidei, claro, não precisava de mais nada.
Exatas 39 semanas depois meu filho nasce em minha casa com a assistência de 2 parteiras maravilhosas, a Ana Cris do GAMA e a Priscila do Primaluz e meu marido junto, participando de tudo.
Maravilhoso, perfeito, um super parto que não troco por nada.

O relato de parto completo está aqui: Nosso Parto Natural

Nenhum comentário: